Mundo

Rússia anuncia que 1.730 militares ucranianos de Azovstal se renderam durante a semana

Rússia anuncia que 1.730 militares ucranianos de Azovstal se renderam durante a semana

Captura de tela de vídeo divulgado pelo ministério russo da Defesa mostra combatentes ucranianos que se renderam na siderúrgica Azovstal, em Mariupol - Russian Defence Ministry/AFP

O ministério da Defesa da Rússia informou nesta quinta-feira que 1.730 militares ucranianos se renderam durante a semana na siderúrgica Azovstal, último reduto de resistência no porto de Mariupol, sudeste da Ucrânia.

“Nas últimas 24 horas, 771 combatentes do regimento nacionalista de Azov se renderam”, afirmou o ministério no relatório diário sobre o conflito.

“No total, desde 16 de maio, 1.730 combatentes se renderam, incluindo 80 feridos”, acrescenta a nota.

O ministério divulgou um vídeo que mostra soldados saindo da usina, alguns visivelmente feridos e outros utilizando muletas. Soldados russos os revistam e inspecionam suas mochilas.

O ministério afirmou que os soldados feridos foram levados para um hospital em território controlado pela Rússia no leste da Ucrânia.

A Ucrânia informou que buscará uma troca de prisioneiros, mas que Moscou não deu uma resposta definitiva sobre a questão.