Geral

RS: Polícia prende mulher acusada de matar o filho de 11 anos

Crédito: Reprodução/ Facebook

A dona de casa Alexandra Dougokenki foi presa na segunda-feira (25) acusada de matar o filho de 11 anos em Planalto, no Rio Grande do Sul. A mulher confessou a morte em depoimento à polícia e alegou ter dado remédio para acalmar o filho, matando-o sem querer. As informações são do jornal GaúchaZH.

No entanto, o laudo do Posto Médico-Legal de Carazinho concluiu que o menino Rafael Mateus Winques morreu por asfixia mecânica por estrangulamento. Segundo a família, Rafael estava desaparecido desde o dia 15 de maio.

Após a confissão, Alexandra revelou aos policiais que o corpo do filho estava em uma casa abandonada perto da residência da família. O cadáver estava enrolado em um lençol dentro de uma caixa. A Polícia Civil agora investiga a motivação do crime e se mais alguém teve participação.

De acordo com o delegado Joerberth Nunes, diretor do Departamento de Polícia do Interior (DPI), uma equipe da polícia deve fazer buscas na casa da mãe para encontrar o medicamento que ela diz ter dado ao menino.

Veja também

+ Pronampe: pedidos ao Sicoob somam R$ 500 mi em 1 dia, 41% do limite
+ O anel de noivado de diamantes de Nicola Peltz com o filho de Beckham, custou mais de R$2.3 milhões
+ Leilão de carros tem Camaro a partir de R$ 72 mil
+ Yamaha XSR 155, retrô de baixa cilindrada, é apresentada
+ Veja 7 incríveis casas na natureza para sonhar
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior