Esportes

Ronaldo pede a cruzeirenses para cessar cânticos homofóbicos: ‘Não é mais aceitável’

Clube pode ser punido pelo ato preconceituoso da torcida na partida contra o Grêmio

Ronaldo pede a cruzeirenses para cessar cânticos homofóbicos: ‘Não é mais aceitável’

Após o Cruzeiro ser denunciado pelo STJD por cânticos homofóbicos da torcida na partida contra o Grêmio, Ronaldo foi às redes sociais. Através da Twitch, o dono do time mineiro demonstrou repúdio aos gritos e pediu para que os cruzeirenses não repetissem o ato em outros jogos.


+ Ex-boxeador ucraniano morre após confronto com tropas russas

– A gente pode perder um projeto inteiro por um ato isolado de um torcedor ou outro que xinga. Não é aceitável mais isso nos dias de hoje. Eu peço, por favor, que espalhem essa voz, dentro da nossa torcida, que não é mais aceitável esse tipo de comportamento – disse Ronaldo.

+ Em viagem pela Europa, Luva de Pedreiro passa por perrengue com elevador

– Você vai se prejudicar, vai prejudicar o clube e ainda vai ofender alguém. Portanto, por favor, não faça mais isso nos nossos estádios e na sua vida. Isso que é festa bonita, sem violência, sem preconceito, sem racismo – completou o ex-jogador ao reagir a outro vídeo da torcida.

+ Renata Fan impede demissão na Band: veja as movimentações da imprensa esportiva em 2022

O Cruzeiro corre risco de perder pontos na Série B por conta dos atos preconceituosos. No mesmo jogo, o Grêmio também foi denunciado também por cânticos discriminatórios. O time mineiro lidera a Série B, com 19 pontos, enquanto a equipe gaúcha ocupa a sexta posição, com 12.