Brasil

Ronaldo Fenômeno e Xuxa se destacam em futebol de Doria

Crédito: Gabriel Reis / ISTOÉ

Ronaldo, Xuxa, João Doria e Bia Doria (Crédito: Gabriel Reis / ISTOÉ)

O governador de São Paulo, João Doria, reuniu celebridades do mundo artístico na noite desta terça-feira 18 em sua casa no bairro dos Jardins, na capital paulista, para um evento com o objetivo de arrecadar cobertores para a campanha do Fundo Social de Solidariedade, presidido por seu esposa, Bia Doria, que pretende distribuir agasalhos para pessoas carentes neste inverno que se aproxima.

Denominado de “Futebol Solidário”, o governador convidou dezenas de personalidades para um jogo no campo de futebol soçaity de sua residência e que serviu para a largada da campanha. Entre os inúmeros convidados, destacaram-se as presenças de Ronaldo Nazário, o Fenômeno, Xuxa Meneghel, Zeze di Camargo, Marcos Frota, Toquinho e Rodrigo Faro, entre outros.

Todos os artistas doaram cobertores para a campanha. Xuxa doou 100 cobertores. Faustão, da TV Globo, que não compareceu, doou 1.000. Segundo Bia Doria, a meta é a arrecadação de 60 mil cobertores, que serão distribuídos para os 104 Centros de Atendimento Social (CTAS), que abrigam um total de 18 mil pessoas carentes na capital.

As mantas serão entregues ainda a 1.304 entidades de asistência social inscritas no Fundo Social de Solidariedade, além das 645 prefeituras do estado. “Reunimos aqui na minha casa celebridades que vieram prestar um ato de cidadania. Todos que aqui vieram praticaram um gesto de solidariedade, abrindo o coração para os que mais precisam, doando agasalhos para os mais pobres suportarem o frio deste inverno”, disse Doria, acrescentando: “Todos os artistas aqui é gente que gosta de gente”.

Depois de gravarem vídeos que serão usados na campanha, parte dos artistas disputaram uma partida de futebol. Xuxa ficou na plateia, enquanto Ronaldo Fenômeno esquivou-se, dizendo que o “joelho não permite que eu jogue”. Doria jogou como lateral direito e não teve “moleza” dos atacantes só porque era o governador em campo.

Futebol Solidário organizado pelo governador de São Paulo, João Doria (Crédito:Gabriel Reis / ISTOÉ)