Esportes

Romário ganha série documental que mostra a vida do craque fora das quatro linhas

Que Romário foi genial com a bola nos pés, ninguém duvida. Mas a vida do “Baixinho” vai muito além das quatro linhas dos campos de futebol. O craque vai ganhar uma série documental que abordará os bastidores de sua carreira com estreia prevista para a primeira metade de 2022, sem data definida ainda.

“Romário, o Cara” é uma produção WarnerMedia Latin America, com a assinatura da Feel The Match e Kromaki para a HBO Max, dirigida por Bruno Maia. A série de seis episódios conta como foi a trajetória do atacante rumo à Copa do Mundo de 1994. O projeto terá depoimentos de grandes estrelas do futebol mundial como Roberto Baggio, Pep Guardiola, Hristo Stoichkov, Franco Baresi, Ronaldo, Neymar e Bebeto.


“A gente tem visto séries a acontecer sobre clubes, sobre campeonatos e até sobre alguns atletas. Mas, em futebol, isso ainda não tinha acontecido na dimensão que a HBO topou fazer”, declarou Bruno Maia, CEO da Feel The Match e especialista em inovação e novos negócios na indústria do esporte. “Uma história que vai muito além das quatro linhas, que mostra o caráter psicológico de um dos maiores atletas de todos os tempos numa fase ímpar de sua vida, quando ele chegou a ser campeão mundial tendo sido cortado da seleção brasileira um ano e meio antes desta conquista”.

Em 1992, Romário acabou sendo cortado da seleção brasileira por não aceitar ficar na reserva. Pouco menos de dois anos depois, ele saiu de jogador esquecido a campeão e melhor atleta do mundo. Esta história, aliás, tem seus principais capítulos contados fora dos gramados, nos vestiários e bastidores da vida do polêmico craque. “Uma trajetória muito ímpar. A gente vai, de fato, mergulhar nesta história, na história da carreira dele”, disse Maia.

O projeto abre caminho para uma nova forma de contar histórias do futebol, se não totalmente inovadora, um pouco mais aprofundada, tendo como fonte um dos maiores jogadores do futebol brasileiro, marrento e polêmico. Há muita curiosidade sobre a vida desses personagens. “Acho que a gente está começando uma nova fase de comunicação e esporte em que o entretenimento dá novas camadas para a história do futebol além do que acontece só no campo”, disse o CEO. “Tem muitas coisas que rolam ao redor que são capazes de encantar, formar audiência e é disso que estamos atrás, cruzando sempre o futebol com outras disciplinas do entretenimento, que não só dentro de campo. O cenário político, religioso, música, arte, literatura…”, disse.

O trabalho deve se concentrar apenas na carreira de Romário como atleta. Depois que se aposentou do futebol, ele se embrenhou na política de Brasília com mandados seguidos.