Gente

Romance ou publicidade?

Crédito: PHILLIP FARAONE

A atriz americana Megan Fox voltou com tudo aos holofotes. Isso por causa do novo namorado que a carrega em tapetes vermelhos e em apresentações ao vivo. O sortudo da vez é o polêmico rapper Machine Gun Kelly. Coberto de tatuagens, ele possui a língua tatuada de preto, usa unhas postiças e possui até um colar com o sangue da amada. Com a volta de premiações músicais, a beleza e estilo impecável de Megan é notícia em sites de moda e de fofoca. Mas fica a pergunta: será que tudo isso não é só marketing para promover o filme que fizeram juntos, “Midnight in the Switchgrass”, com previsão para ser lançado no mês que vêm?

Diversificação no mercado

Divulgação

Após ser “quase” cancelado por compartilhar um vídeo de péssimo gosto, o ator Caio Castro só quer saber de sua vida profissional. Com gravações acontecendo a passos lentos, Caio aproveitou para se tornar oficialmente um dos pilotos profissionais de uma marca alemã de carros de luxo. ‘’Estou preparado para dar o meu melhor sem me cobrar muito, claro. Afinal, tudo isso ainda é muito novo para mim’’, disse à ISTOÉ. Não satisfeito, abriu uma mentoria para quem deseja ser ator ou atriz. ‘’Tive a ideia de montar um curso baseado no conceito de Pareto, ou seja, 80% do nosso resultado vêm de 20% do nosso aprendizado e ações.”

Conforto no desconforto

Divulgação

A cantora americana Macy Gray estourou no País com o sucesso “I try” na virada do século e emplacou diversas apresentações no Brasil. Porém, além de cantar, Macy é atriz e também fundadora do projeto social “My Good”, que fornece apoio para as famílias negras vítimas de violência policial. E, para ajudar na causa, elaborou junto a uma marca francesa um tênis confortável e sustentável. “Foi uma honra ajudar a projetar essa coleção”, disse no lançamento do produto.

Tico-Tico no Fubá

Divulgação

A cantora e empresária Anitta conquistou de vez o continente americano: entrou para a lista de milionários da revista Forbes, com uma fortuna estimada em US$ 100 milhões: mais de meio bilhão de reais. Teve uma de suas músicas tocadas na posse de Joe Biden, fora apresentar-se na Times Square, em Nova York, na tradicional festa de réveillon. E seu último hit, “Girl from Rio”, acaba de ganhar uma versão remix com o rapper “DaBaby”, o mais tocado nos Estados Unidos atualmente, passando o grupo coreano BTS, no canal de streaming Spotify. O fato de Anitta tê-lo chamado para fazer música é parte de sua já conhecida sagacidade em manejar a carreira. Ao que tudo indica, seu nome poderá ser tão conhecido como foi o de outra brasileira: Carmem Miranda.

O show tem de continuar

Ita Mazzutti

Eleita Miss Paraíba há quase 20 anos, a atriz Mayana Neiva é muito mais que um rosto bonito. Ficou conhecida pelo público brasileiro ao interpretar Desirée em “Tititi”, novela que foi ao ar em 2010 e que está sendo reprisada desde março pela Rede Globo. E, por falar em reprise, a série de sucesso “Rotas do ódio”, em que Mayana é protagonista, acaba de chegar na íntegra ao “GloboPlay”. Como nem só de conteúdo antigo vive uma carreira de sucesso, Mayana está em uma das produções nacionais mais aguardadas pelo público jovem: a série “Temporada de verão”, da Netflix, que ainda não tem data para estrear. Para a ISTOÉ ela deu pistas sobre o que virá. “A série trará leveza
e um pouco de respiro em tempos difíceis.”

Talento da caçula

Divulgação

A roteirista, assistente de direção e agora também escritora Lara Rodi segue passos diferentes dos do irmão mais velho, o ator Cauã Reymond. Formada em Cinema, ela prefere trabalhar por trás das câmeras. E, durante a pandemia, escreveu em dois meses o livro de suspense “Se Agosto Falasse”. “Quando terminei, mandei para algumas editoras e fiquei muito contente quando descobri que ele havia sido aprovado por sete delas”, disse à ISTOÉ. A obra lembra o Realismo Mágico: fala de uma cidade fictícia onde seus habitantes desaparecem no inverno. Com apenas 23 anos, ela diz: “Sempre fui apaixonada por mistérios.”