PUBLIEDITORIAL

Robôs de investimento se tornam acessíveis a pequenos investidores

Antes restritos a grandes empresas, algoritmos que buscam oportunidadesde negócio 24 horas por dia começam a se popularizar e operam até Bitcoin

Robôs de investimento se tornam acessíveis a pequenos investidores

Os robôs de investimento e o “algotrading” (negociação realizada por meio de algoritmos pré-programados) começaram a deixar os escritórios das grandes firmas de investimento nos últimos anos e enfim começam a se tornar acessíveis para todos.

Embora a expressão possa assustar à primeira vista, um robô de investimento nada mais é do que um software que executa ordens de compra e venda de ativos (ações, opções, minicontratos, commodities e outros) conforme parâmetros estipulados pelo desenvolvedor do programa ou diretamente pelo investidor.

Na prática, seu funcionamento é mais simples do que parece: basta definir os parâmetros que vão desencadear ordens de compra e de venda, segundo um ou mais indicadores de análise técnica. Então, o robô irá monitorar o mercado em tempo real, segundo a segundo, e operar todas as vezes que os critérios forem atendidos.

Se você diz, por exemplo, “compre ações da Petrobras toda vez que a média móvel do preço da ação chegar a um valor X, e venda quando chegar a Y”, o robô fará isso sempre que a condição for atingida.

Ainda parece complicado? Para o investidor pouco versado em análise técnica, pode realmente ser difícil configurar o robô. Fazê-lo sem conhecer indicadores como médias móveis, bandas de Bollinger, Estocástico, IFR, MACD e muitos outros, por exemplo, pode ser um tiro no pé. Isso porque o robô será tão bom quanto a sua programação. Se os parâmetros para entrar e sair de uma operação forem ruins, o resultado será prejuízo certo. Se forem consistentes, contudo, pode-se ganhar muito dinheiro com pouco esforço – afinal, quem estará monitorando o mercado será o robô, e não você.

Outra vantagem tem a ver com o fator emocional. “Quando você está operando, há muitos vieses cognitivos que podem ser difíceis de evitar mesmo para os traders mais experientes. O algoritmo só opera racionalmente, de acordo com parâmetros pré-estabelecidos. Além disso há uma clara vantagem dos algoritmos no mercado de criptomoedas, que é um mercado que opera 24/7. O algoritmo pode operar ininterruptamente, enquanto um operador humano precisa dormir e descansar, podendo perder oportunidades”, avalia Igor Mallagoli, especialista de investimentos da Atlas Quantum.

Para contornar a dificuldade de leigos com a parte de programação e análise técnica, algumas corretoras no mercado oferecem, além do robô padrão, que o usuário configura sozinho, também os chamados robôs “black box” (caixa preta), em que o cliente não precisa conhecer os critérios de disparo de ordens. Isso é feito e atualizado pelos desenvolvedores do algoritmo, nesses
casos. Embora existam várias soluções de algotrading gratuitas no mercado, os sistemas “black box” costumam ser comercializados – afinal, compra-se um serviço de definição e atualização de parâmetros.

Os robôs de investimento também podem operar com criptomoedas. Nesse sentido, a Atlas Quantum é pioneira no Brasil. A plataforma desenvolveu um robô próprio que faz arbitragem automatizada com Bitcoins ao redor do mundo. O software fica monitorando o tempo inteiro a cotação de Bitcoins em mais de 12 corretoras ao redor do mundo. Quando acha uma diferença de preço interessante, executa uma ordem de venda (no preço mais alto) e uma recompra (no preço mais baixo), gerando pequenos ganhos a cada operação.

No fi m das contas, o resultado é expressivo: nos primeiros três meses de 2019 a rentabilidade acumulada por esse sistema já é de 12,16%. Em 2018, ano considerado ruim para o Bitcoin, que sofreu grande desvalorização no período, a rentabilidade da arbitragem automatizada da Atlas foi de impressionantes 62,3% (ante 6,4% do CDI e 15% do Ibovespa). E o melhor: o usuário não precisa entender nada de robôs, de programação ou de indicadores de análise técnica. Basta abrir uma conta na plataforma, comprar seus BTCs de forma rápida e fácil e o serviço de negociação automatizada tem início imediato.

Investimentos em índice de dólar

Outra opção interessante oferecida pela Atlas Quantum é a de atrelar os rendimentos a um índice que respeita a variação do dólar. Desse modo, é como se o cliente estivesse investindo na moeda estrangeira sem precisar enfrentar a pesada burocracia de corretoras e bancos internacionais para abrir conta fora do país e realizar investimentos em dólar.

Isso é possível porque a plataforma mantém uma reserva de dólares e stablecoins (criptomoedas estáveis) correspondentes, tendo como lastro a moeda norte-americana. Assim, oferece a possibilidade de investimento em um índice que acompanha a variação do dólar. “O investimento em nosso índice é recomendado para aqueles investidores que não se sentem confortáveis com a volatilidade do Bitcoin, mas que ainda desejam desfrutar do excelente resultado da arbitragem automatizada. Além disso, o investimento pode ser capaz de preservar o seu poder de compra da inflação e da desvalorização cambial”, completa Mallagoli.

Segundo o especialista, a rentabilidade dos investimentos é a mesma em ambas as moedas, Bitcoin e índice de dólar, e tem girado em torno de 4% ao mês – sendo que o investidor pode escolher o percentual que deseja alocar em cada moeda. No caso da aplicação em índice de dólar, “o cliente não se expõe à volatilidade do Bitcoin, estando exposto somente à volatilidade cambial”, conclui.

Para saber mais sobre robôs de investimento em Bitcoin e o índice de dólar da Atlas Quantum, acesse https://atlasquantum.com.