Cultura

Roberto Benigni dedica prêmio por ‘Pinóquio’ a Enio Morricone

ROMA, 6 JUL (ANSA) – Durante cerimônia da edição de 2020 do Nastro d’Argento (“Fita de Prata”), prêmio concedido pelo Sindicato Nacional dos Jornalistas Cinematográficos da Itália, o italiano Roberto Benigni dedicou sua estatueta de melhor ator coadjuvante ao maestro e compositor Ennio Morricone, morto nesta segunda-feira (6), aos 91 anos.   

“Dedico este prêmio a Ennio Morricone, que tocou a Itália e o mundo com sua música, genialidade e regularidade ao mesmo tempo.   

Mas também o dedico a todas as pessoas que estão sofrendo por isso que aconteceu conosco e esperam que termine em breve. Não apenas os trabalhadores do cinema, mas todos no mundo”, declarou Benigni.   

O ator italiano recebeu o prêmio por sua interpretação de “Geppetto”, em “Pinóquio”, releitura de Matteo Garrone para a fábula infanto-juvenil de Carlo Collodi (1826-1890).   

Na cerimônia realizada no Museu Maxxi, em Roma, a produção também venceu as categorias de melhor direção, cenografia, montagem, trilha sonora e figurino (prêmio dividido com “Favolacce”). (ANSA)

+ Menina engasga ao comer máscara dentro de nugget do McDonald’s

Veja também

+ Caixa libera FGTS emergencial para nascidos em julho nesta segunda-feira (10)

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Carol Nakamura anuncia terceira prótese: ‘Senti falta de seios maiores’

+ Ex-Ken humano, Jéssica Alves exibe visual e web critica: ‘Tá deformada’

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?