Esportes

Robert Scheidt vence etapa e sobe para terceiro lugar em competição em Portugal


O velejador brasileiro Robert Scheidt venceu a sua primeira regata no 2021 ILCA Vilamoura European Continental Qualification, que acontece na cidade de Vilamoura, em Portugal. Nesta quarta-feira, o bicampeão olímpico abriu o terceiro dia de disputas com um desempenho consistente para cruzar a linha de chegada em primeiro lugar. Na sequência, manteve a boa velocidade para terminar a segunda prova na vice-liderança. Com os dois resultados, subiu para a terceira posição na classificação geral da última competição oficial antes dos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020.

Scheidt aparece no Top 3 com 20 pontos perdidos, já contando um descarte, a apenas um ponto do líder, o croata Filip Jurisic, e do vice-líder, o britânico Michael Beckett, ambos com 19pp. “Agora é descansar, me recuperar bem para a reta final da fase de classificação e chegar à medal race, no sábado. A competição tem sido bastante dura aqui em Vilamoura e a tendência é ficar ainda mais acirrada”, afirmou o maior medalhista olímpico do Brasil, com cinco pódios.

O brasileiro tem conseguido ser regular na maior parte das regatas em Vilamoura. Em seis provas disputadas, fez Top 3 em quatro delas. Abriu a disputa, na segunda-feira, com dois segundos lugares e nesta quarta fez primeiro e segundo. Seus piores desempenhos foram 13.° e 18.° na terça, sendo que este último entra como seu descarte. A fase de classificação segue até esta sexta com a flotilha dividida em dois grupos, com 60 barcos cada um.

Em sua última competição antes de Vilamoura, no mês de março, Scheidt conquistou o título da ILCA Coach Regatta Lanzarote, na Marina Rubicón, em Playa Blanca, no litoral do arquipélago das Ilhas Canárias, na Espanha. A vitória no campeonato promovido pelos treinadores veio após completar seis das oito regatas entre os Top 5. O título não foi seu primeiro pódio em 2021 nas Ilhas Canárias. Na primeira competição do ano olímpico, Scheidt conquistou o vice-campeonato no Lanzarote Winter Series, em fevereiro.

Com vaga garantida na classe Laser para os Jogos de Tóquio-2020, Scheidt, que completou 48 anos na semana passada, está prestes a disputar o maior evento esportivo do planeta pela sétima vez, um recorde entre os atletas brasileiros.


+ Atleta de Jiu Jitsu morre aos 30 anos de Covid 15 dias após perder o pai pela doença
+ Após ameaças, soldada da PM denuncia coronel por assédio sexual
+ Mulher morre após ingerir bebida alcoólica e comer 2 ovos



Veja também

+ Canadá anuncia primeira morte de pessoa vacinada com AstraZeneca no país
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Decifrado código dos Manuscritos do Mar Morto
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS