Esportes

Robert Scheidt finaliza etapa de Miami na Copa do Mundo de Vela em 16º na 49er

Em sua segunda competição em uma nova classe, a 49er, Robert Scheidt encerrou a sua participação na etapa de Miami da Copa do Mundo de Vela, nesta sexta-feira, nos Estados Unidos, com um saldo positivo. Ao lado do proeiro Gabriel Borges, conseguiu o 16.º lugar na disputa que reuniu 26 barcos com os melhores velejadores do planeta. Com isso, a meta de ganhar experiência na nova categoria foi cumprida.

+ Mourão, sobre ser vice de Bolsonaro em 2022: ‘Estou trabalhando para isso’

Ao decidir, com 43 anos, encarar o desafio de velejar em um barco maior, mais veloz e com estratégias diferentes das classes Star e Laser, que o consagraram na vela, Robert Scheidt sabia que precisaria de tempo para se adaptar. Após a disputa em Miami, o maior medalhista olímpico do Brasil pretende participar da Copa Brasil, em Porto Alegre, e, a partir de abril, investir mais tempo em treinamento, desta vez na Europa.

Nesta sexta-feira, os brasileiros conseguiram o seu melhor resultado na Copa do Mundo. E foi na última das 12 regatas disputadas ao longo da semana, com um quarto lugar. O resultado veio para fechar com chave de ouro um dia que começou ruim com problemas que impediram a dupla de completar a primeira corrida e foi melhorando com a 10.ª posição na segunda prova. Com isso, finalizaram em 16.º, com 140 pontos perdidos.

A liderança na fase de classificação ficou com os britânicos Dylan Fletcher-Scott e Stuart Bithell, com 50 pontos perdidos. Neste sábado, eles estarão ao lado dos nove melhores colocados para brigar pelo título na 49er na “medal race”.

Robert Scheidt analisou a sua participação na Copa do Mundo. “Velejamos cada dia melhor aqui em Miami. Isso mostra que estamos no caminho certo. Uma pena não ter conseguido a classificação para a medal race, mas chegar em quarto lugar na última regata me deixou muito feliz e confiante para o futuro”, disse o bicampeão olímpico.

A etapa de Miami da Copa do Mundo é a primeira grande competição do ano, mas a temporada de 2017 começou há duas semanas para Robert Scheidt e seu novo parceiro. A dupla disputou a Miami Mid Winters e terminou em 11.º lugar na disputa que envolveu 17 barcos.

FEMININO – Nesta sexta-feira, a dupla campeão olímpica da classe 49er FX, Martine Grael e Kahena Kunze, seguem fortes na busca por mais um título. As velejadores lideram a etapa de Miami e já se garantiram na medal race.

Até o momento, as brasileiras perderam apenas 18 pontos e aparecem na primeira colocação. No segundo lugar estão Helene Naess e Marie Ronningen, da Noruega, com 36 pontos perdidos. A grande final acontece já neste sábado.

Veja também

+ Ford anuncia local e investimento de US$ 700 milhões em fábrica que criará F-150 elétrico

+ RJ: tráfico promete caçar quem gravou equipe do Bravo da Rocinha: ‘Vai morrer’

+ Hubble mostra nova imagem de Júpiter e sua lua Europa

+ Após morte de cachorro, Gabriela Pugliesi adota nova cadela

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Senado aprova alterações no Código de Trânsito Brasileiro

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ O que é pior para o seu corpo: açúcar ou sal?

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea