Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

A polícia do Rio de Janeiro prendeu 12 mulheres, nesta quinta-feira (11), suspeitas de participação em uma quadrilha especializada em golpes por meio eletrônico. As informações são do jornal Extra.

De acordo com as investigações, elas eram as responsáveis por induzir as vítimas a repassarem seus dados bancários e a entregarem seus cartões a outros integrantes do grupo.

Conforme a Delegacia de Combate às Drogas (DCOD), a quadrilha é ligada à maior facção criminosa do estado. A estimativa é de que o grupo tenha arrecadado entre R$ 600 mil a R$ 1 milhão por mês com os golpes.

Ainda segundo o setor de inteligência da Delegacia Especializada, os líderes de facção criminosa, que atua no Complexo da Maré, têm utilizado as fraudes bancárias como um novo ramo e braço para abastecer o tráfico de drogas.

Além da prisão das 12 mulheres,a polícia também apreendeu 11 notebooks, nove máquinas de cartão, 50 cartões de créditos, telefones celulares, além de outros materiais utilizados nos crimes.