Geral

RJ: Pastor que atacou umbanda em show gospel é denunciado ao Ministério Público

Crédito: Reprodução

O deputado estadual Átila Nunes (PSD), do Rio de Janeiro, entrou com representações no Ministério Público e na Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi), na segunda-feira (23), contra o pastor Felippe Valadão, da Igreja Lagoinha, e o prefeito de Itaboraí, Marcelo Delaroli. As informações são do G1.

Na última quinta-feira (19), Valadão proferiu falas preconceituosas contra religiões de matriz africana em um show durante o aniversário da cidade. Nas representações, Átila acusa o pastor e o prefeito de disseminação de ódio religioso e uso de dinheiro público privilegiando uma religião.


Valadão proferiu ofensas, em tom de ameaças, a adeptos das religiões e aos terreiros, durante uma apresentação em um evento oficial da Prefeitura de Itaboraí, que foi classificado como intolerância religiosa. Conforme o deputado, ele pediu à polícia que instaure um inquérito para investigar as ameaças.