Geral

RJ: Modelo e namorado acusam restaurante chique de homofobia

Crédito: Reprodução/ Instagram

O modelo Pedro Guttman denunciou o gerente de um restaurante em Ipanema, no Rio de Janeiro, por homofobia, na quarta-feira (23). De acordo com Pedro, ele, a mãe e o namorado Nicholas Oliveira foram almoçar no local para comemorar o aniversário do modelo. As informações são do jornal Extra.

No entanto, Pedro afirma que o atendimento do local deixou a desejar. Conforme o modelo, o espumante que ele havia pedido “estava quente” e a entrada de camarões estava com um gosto ruim.
Por isso, o cliente pediu para falar com o gerente do Alessandro & Frederico. No boletim de ocorrência, registrado na 14ª DP (Leblon), Pedro descreve que o homem foi “extremamente deselegante e disse que era só pagar a conta e ir embora”.


Na sequência, o modelo teria argumentado que não havia consumido o que fora devolvido e “o gerente ficou descontrolado”. “Ele disse ‘Vá embora, gazelinha, vá se foder, vá para a puta que pariu’ “, diz o boletim de ocorrência.

Ainda segundo o modelo, a mãe dele passou mal durante a discussão e precisou de atendimento médico.

“Nunca imaginei passar por uma situação como essa no restaurante escolhido para comemorar o meu aniversário, na frente da minha mãe, que passou mal com o acontecimento, e com o meu marido. O que era pra ser um momento de celebração, virou uma cena de horror “, afirmou o modelo ao jornal Extra.

Nas redes sociais, o estabelecimento respondeu os internautas que ficaram revoltados com o caso. “Lamentamos o fato do cliente não ter se sentido acolhido em nossa casa. Repudiamos qualquer atitude discriminatória e nossos valores são construídos à base de respeito, igualdade e educação.”