Geral

RJ: MC Jotinha é morto a tiros após tentar apartar briga em bar

Crédito: Reprodução/ Instagram

Cantor de funk Jonathan Gomes de Araújo, o MC Jotinha, foi morto a tiros (Crédito: Reprodução/ Instagram)

O funkeiro Jonathan Gomes de Araújo, o MC Jotinha, de 17 anos, foi morto a tiros na terça-feira (16), em Duque de Caxias (RJ). De acordo com o pai do cantor, Jones de Araújo, o filho foi baleado após tentar separar uma briga em um bar.

“Ele estava no forró e eu fui lá chamar ele para casa. Ele me abraçou, disse que me amava e que ia ficar comigo até o último dia da vida dele. Foi quando começou a confusão ao nosso lado, com amigos dele, e ele foi separar”, contou Jones ao G1.


O pai do cantor disse ainda que viu o momento em que o filho foi baleado e tentou ir para cima do atirador. “Eu fiquei cego com meu filho cheio de sangue na cabeça. Quando eu fui pra cima de quem atirou, ele apontou a arma para me atirar também, mas seguraram ele”, afirmou ao G1.

De acordo com a Polícia Militar, uma equipe do 15º BPM (Duque de Caxias) foi acionada para o local. A perícia foi acionada e o caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF). Conforme o jornal Extra, o responsável pelos tiros conseguiu fugir e está sendo procurado.

Nas redes sociais, a gravadora Master Gold lamentou a morte do funkeiro. “A empresa encontra-se de luto, juntamente com a família do artista, que, tão jovem, foi responsável por hits nacionais como ‘Kika uma vez, Kika de novo’, dentre outros”, diz a nota.

Instagram will load in the frontend.