Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

A enfermeira Jéssica Cunha, de 27 anos, foi morta a tiros no domingo (12) ao tentar defender o marido de um criminoso que invadiu a residência do casal, em Araruama, na região dos Lagos do Rio de Janeiro. O companheiro da mulher também foi atingido por um disparo, mas conseguiu sobreviver. As informações são do O Dia.

A enfermeira morreu no local.

Jéssica atuava na Clínica Municipal de Saúde Norival Carvalho, no bairro São Vicente. A Prefeitura Municipal de Araruama divulgou uma nota de pesar e informou que “presta os mais sinceros sentimentos aos familiares e amigos pela morte de Jéssica Cunha. (Ela era) uma profissional extremamente dedicada e querida pelos colegas da área da Saúde, e partiu deixando um filho”.

A irmã da enfermeira informou que a família estava em uma igreja no momento do crime. “Para nós da família está tudo bem confuso, quando soubemos não estávamos em casa. Não estou com cabeça pra nada agora e nem procuramos saber muito direito sobre o que aconteceu ainda.”

O caso continua sendo investigado pela 118ª Delegacia Policial (Araruama).