Geral

RJ: Delegado diz que jovem baleado por bombeiro no McDonald’s tem lesão na coluna

Crédito: Reprodução/TV Globo

O bombeiro é acusado de atirar no funcionário do McDonald's (Crédito: Reprodução/TV Globo)

O jovem Matheus Carvalho, atendente do McDonald’s que foi baleadao por um militar do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro, prestou depoimento nesta segunda-feira (16) sobre o caso. As informações são da TV Globo.

Matheus ainda está internado no hospital depois de passar por uma cirurgia após ser baleado. No depoimento, o atendente contou como foi o encontro com o sargento Paulo César Albuquerque, autor do disparo. De acordo com Ângelo Lage, delegado responsável pelas investigações, o tiro causou uma lesão na coluna da vítima, afetando sua movimentação.

“Ficou bem claro pra gente que realmente o tiro foi à queima-roupa. Ele tem uma lesão de queimadura na pele. Inclusive um fato novo é que o pedaço do projétil acertou a coluna dele também e ele está com uma lesão na coluna que está afetando o movimento das pernas dele”, declarou o delegado à TV Globo.

A confusão na lanchonete começou por conta de um cupom de desconto. As imagens mostram os dois envolvidos conversando, mas depois o bombeiro dá um tapa em Matheus, que reage. Paulo César, então, invade o local com uma arma na mão, dispara contra o atendente e sai andando normalmente.

O delegado de Paulo César afirmou que o tiro foi acidental. Um amigo do bombeiro, porém, desmentiu a versão. Os agentes que investigam o caso também segue com a tese de que houve tentativa de homicídio.