Geral

RJ: Bicheiro, conhecido como Piruinha, é preso por homicídio

Crédito: Reprodução/TV Globo

O bicheiro José Carlos Escafuca, conhecido como Piruinha, de 93 anos, foi preso nesta terça-feira (24) pelo assassinato de Natalino José Espíndola, que era dono de uma loja de veículos na Estrada Intendente Magalhães, localizada entre os bairros de Madureira e Campo dos Afonsos (RJ). As informações são do UOL.

O crime aconteceu em junho de 2021 por causa de uma dívida de Natalino com Piruinha.


Além do bicheiro, o policial militar Jeckson Lima Pereira, conhecido como Jeck, foi preso. Ele trabalhava como segurança de José Carlos e teria executado o homicídio.

Os mandados de prisão foram cumpridos por meio de uma operação do Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) em conjunto com a Delegacia de Homicídios da Capital.

A assessoria do MPRJ informou por meio de nota a existência de mais um envolvido no crime. O terceiro suspeito não teve a identidade revelada e é procurado pela polícia.

Conforme as investigações, Jeck abordou Natalino quando ele chegava na sua loja de veículos. O policial militar efetuou alguns disparos que causaram a morte do comerciante.

A denúncia destacou que o assassinato foi realizado em um local movimentado, o que colocou em risco as outras pessoas que estavam envolta. O documento também alegou motivo torpe, já que a morte foi encomendada por causa de uma dívida.

José Carlos é conhecido pelas autoridades do Rio de Janeiro por explorar há décadas o jogo do bicho nos bairros de Madureira, Abolição, Cascadura, Maria da Graça, Piedade e Inhaúma.