Economia

Rio Tinto tem queda de 41% no lucro anual e diz estar preparada para coronavírus

A anglo-australiana Rio Tinto anunciou hoje que teve lucro líquido de US$ 8,01 bilhões em 2019, representando queda de 41% ante o ganho de US$ 13,64 bilhões do ano anterior. A queda no lucro foi atribuída a uma baixa contábil de US$ 1,7 bilhão relacionada a operações na Mongólia e na Austrália.

Por outro lado, o lucro subjacente – que desconsidera alguns itens – da segunda maior mineradora do mundo em valor de mercado subiu 18% no ano passado, a US$ 10,37 bilhões, superando a previsão de analistas consultados pela FactSet, de US$ 10,13 bilhões.

O bom resultado subjacente se deve a um salto de 37% no preço do minério de ferro extraído na região australiana de Pilbara, que mais do que compensou uma queda de 3% na produção anual da Rio Tinto.

O executivo-chefe da Rio Tinto, Jean-Sébastien Jacques, disse que a empresa monitora “de perto” os efeitos do coronavírus e está preparada “para alguns impactos de curto prazo, como questões na cadeia de suprimentos”.

A Rio Tinto é uma grande fornecedora de minério de ferro para a China. Por volta das 8h40 (de Brasília), a ação da mineradora tinha modesta alta de 0,18% na Bolsa de Londres. Fonte: Dow Jones Newswires.

Veja também

+ Usado: Toyota Corolla é carro para ficar longe da oficina
+ Robert De Niro reduz limite do cartão da ex-mulher e diz que coronavírus implodiu suas finanças
+ MasterChef estreia sem "supercampeão" e cheio de mudanças
+ Gafanhotos: cidade na Bahia enfrenta invasão de insetos
+ A “primavera das bikes” pós-pandemia vai chegar ao Brasil?
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior