Esportes

Ricardo Gomes evita confirmar escalação de Sassá e Camilo no Botafogo

A recuperação de jogadores lesionados, a chegada de reforços e a vitória sobre o Santa Cruz que tirou o time da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro deixaram o técnico Ricardo Gomes otimista para a sequência do Botafogo no torneio. Na véspera do duelo com o Coritiba, no Couto Pereira, pela 14ª rodada, o treinador fechou o treino, não revelou a escalação, mas indicou que deve fazer poucas mudanças no time, além de apontar que o Botafogo vive um momento melhor.

As maiores dúvidas envolvem as presenças de Camilo e Sassá entre os titulares. “Tenho certeza que a melhora se deu pela repetição do time, o que já acontece há dois jogos, diminui o risco do desequilíbrio, que hora acontece pela escalação e em outras vezes pelas lesões”, disse.

Neilton e Rodrigo Pimpão já estão garantido no ataque, com a dúvida sobre a presença de Sassá, que deve ser escalado, embora Ricardo Gomes tenha exibido preocupação com a condição física do jogador em entrevista coletiva, mostrando que ele não tem condições de jogar por 90 minutos.

“São boas, mas o Sassá vem de uma lesão séria no ano passado. Operou e voltou ainda com uma situação física precária. É um jogador de velocidade e isso tem uma diferença em relação aos outros, ele explora mais o campo. Acho que o Sassá vai conseguir fazer no máximo uma hora de jogo caso seja liberado pelo departamento médico. Nossa expectativa é que em quinze dias ele consiga jogar sem que tenhamos que tirá-lo. Hoje ele participou da atividade, mas com restrições”, afirmou.

Fora dos últimos treinos em razão de dores na coxa esquerda, o meia Camilo foi relacionado, mas deverá ficar como opção no banco de reservas, com Leandrinho assumindo a vaga após se recuperar de lesão, embora Ricardo Gomes tenha evitado confirmar a escalação. “Temos essa dúvida até a hora do jogo, mas o Camilo viaja”, disse.

Airton, que também está de volta após contusão, retomou a sua vaga no meio de campo. Assim, o Botafogo deve entrar em campo com a seguinte formação: Sidão, Luis Ricardo, Renan Fonseca, Emerson Santos e Diogo Barbosa; Airton, Lindoso e Leandrinho; Pimpão, Neilton e Sassá.

Ricardo Gomes também explicou qual será a estratégia do Botafogo para tentar superar o Coritiba como visitante. “A nossa é sempre dominar o adversário, mas nem sempre você consegue. Jogando fora é ainda mais difícil. Vamos ver a estratégia do Coritiba, que vocês já adiantaram que será com três atacantes. Se não der para dominar nós recuamos e vamos para o contra-ataque. Fizemos uma semana de trabalho para estar pronto e responder qualquer situação”, comentou.