Geral

Responsável por ataque em creche de Santa Catarina passará por avaliação psicológica

Crédito: Divulgação/Sirli Freitas

De quarentena em uma cela isolada do Complexo Prisional de Chapecó, Fabiano Kipper Mai, de 18 anos, responsável pelo ataque a uma creche que deixou três bebês, uma professora e uma funcionária mortas em Saudades, em Santa Catarina, passará por uma avaliação psicológica ao final do protocolo contra a Covid-19.

Uma equipe composta por um psicólogo, um psiquiatra e pelo setor de segurança vai analisar se há possibilidade de transferência para uma cela coletiva ou se o criminoso deve continuar isolado.


Fabiano foi levado a unidade prisional na última quarta-feira (12), após passar uma semana internado no Hospital Regional do Oeste em Chapecó.

O acusado estava com prisão preventiva decretada e foi ouvido pela Polícia Civil na última segunda-feira (10), ainda no hospital. Ricardo Casagrande, delegado regional de polícia, revelou que o interrogatório durou cerca de uma hora e que o detento tinha o direito de permanecer em silêncio, mas respondeu todas as perguntas.