Economia

Reservas internacionais da China atingem em março menor nível em 17 meses

As reservas internacionais da China caíram em março ao menor nível em 17 meses em meio à pandemia de coronavírus, segundo dados publicados hoje pelo PBoC, como é conhecido o banco central chinês.

No fim de março, as reservas da segunda maior economia do mundo totalizavam US$ 3,061 trilhões, representando queda de US$ 46,09 bilhões em relação ao mês anterior e tocando o menor patamar desde outubro de 2018.

O declínio nas reservas foi o maior registrado em mais de três anos. Analistas consultados pelo The Wall Street Journal previam redução mais modesta no mês passado, de US$ 8 bilhões.

Em comunicado separado, o órgão regulador de câmbio da China (Safe, pela sigla em inglês) atribuiu o recuo à forte valorização do dólar em março e a ajustes nos preços de outros ativos que compõem as reservas. Fonte: Dow Jones Newswires.

+ Menina engasga ao comer máscara dentro de nugget do McDonald’s

Veja também

+ Caixa libera FGTS emergencial para nascidos em julho nesta segunda-feira (10)

+ A Fazenda: influenciadora digital Marina Ferrari é confirma na lista de participantes

+ Filhos de Luciano Huck esquecem o texto em homenagem ao pai

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Carol Nakamura anuncia terceira prótese: ‘Senti falta de seios maiores’

+ Ex-Ken humano, Jéssica Alves exibe visual e web critica: ‘Tá deformada’

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

Tópicos

China reservas