Economia

Reservas internacionais da China atingem em março menor nível em 17 meses


As reservas internacionais da China caíram em março ao menor nível em 17 meses em meio à pandemia de coronavírus, segundo dados publicados hoje pelo PBoC, como é conhecido o banco central chinês.

No fim de março, as reservas da segunda maior economia do mundo totalizavam US$ 3,061 trilhões, representando queda de US$ 46,09 bilhões em relação ao mês anterior e tocando o menor patamar desde outubro de 2018.

O declínio nas reservas foi o maior registrado em mais de três anos. Analistas consultados pelo The Wall Street Journal previam redução mais modesta no mês passado, de US$ 8 bilhões.

Em comunicado separado, o órgão regulador de câmbio da China (Safe, pela sigla em inglês) atribuiu o recuo à forte valorização do dólar em março e a ajustes nos preços de outros ativos que compõem as reservas. Fonte: Dow Jones Newswires.


+ Após ameaças, soldada da PM denuncia coronel por assédio sexual
+ ‘Raça de víboras’: Andressa Urach critica seguidores que não acreditam em sua fé
+ “Fama e dinheiro vem cheio de desgraça”, desabafa Pedro Scooby



Veja também

+ Canadá anuncia primeira morte de pessoa vacinada com AstraZeneca no país
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Decifrado código dos Manuscritos do Mar Morto
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS

Tópicos

China reservas