Televisão

Repórter que acusou Datena de assédio sexual é diagnosticada com estresse pós-traumático

Crédito: Reprodução/Instagram

A jornalista Bruna Drews, que acusou o apresentador José Luiz Datena de assédio sexual em janeiro deste ano, informou nas redes sociais que foi diagnosticada com estresse pós-traumático grave. Segundo o site Notícias da TV, do UOL, a suposta tentativa do apresentador teria provocado na repórter uma profunda crise de depressão e ataques de pânico.

“Hoje, depois de muitos meses, eu me olhei no espelho e disse: ‘Chega! Vou lutar como nunca porque tudo passa e não vão conseguir me derrubar! Chega de dor e chega de medo!”, disse.

Bruna entrou com um processo trabalhista contra a Band, acusando a emissora de conivência com as atitudes do apresentador.

View this post on Instagram

Hoje, depois de muitos meses, eu me olhei no espelho e disse: CHEGA!! Vou lutar como nunca porque tudo passa e não vão conseguir me derrubar ! Chega de dor e chega de medo! Esta semana recebi um outro diagnóstico : STRESS PÓS TRAUMÁTICO GRAVE e quem me acompanha deve saber exatamente o motivo. Não vai me abalar !!! A Bruna de antes ainda está aqui Quero de volta o sorrisão, o brilho no olho, a empolgação, a paixão !! E a quem interessar, se prepare, renasço mais forte do que nunca! #mexeucomumamexeucomtodas #metoo #assediomoral #assediosexual #lutecomoumagarota

A post shared by Bruna Drews (@brudrews) on