Geral

Repórter é atacada após deputada Carla Zambelli divulgar fake news

Crédito: Reprodução

A repórter Marla Bermudes, da TV Vitória, afiliada da Record TV no Espírito Santo, foi atacada nas redes sociais após um vídeo com informações falsas ser compartilhado nas redes sociais pela deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP), na última quarta-feira (31).

No vídeo, um homem aparece gravando a equipe da TV fazendo imagens de dentro de um cemitério em Vila Velha, no Espírito Santo, e afirma que “na hora que eles botarem na televisão, vou postar e falar que é mentira”, sem saber qual reportagem estava sendo gravada.

Segundo a repórter, a equipe havia recebido uma denúncia do sindicato dos coveiros de que os profissionais estavam trabalhando nos cemitérios sem os devidos equipamentos de segurança. A equipe de reportagem decidiu gravar sobre a rotina de uma coveira que trabalha no Cemitério Municipal da Barra do Jucu.

Uma vez no local, Marla entrevistou a profissional que seria retratada na reportagem e o cinegrafista da TV gravou as chamadas imagens de apoio (vídeos usados para ilustrar). Em uma dessas imagens que estavam sendo gravadas, a coveira jogou terra em uma das covas que ficam abertas no cemitério como determinação da administração, devido à pandemia da Covid-19, sem nenhuma interferência ou pedido da equipe.

A fake news sobre o trabalho da equipe de reportagem foi reforçada após a publicação de Carla Zambelli, que afirma que “além da manipulação, é um desrespeito inadmissível pelos mortos que ali estão sepultados”, e ainda diz, em publicação nas redes sociais, que “cemitérios não são estúdios de gravação”.


+ Após ameaças, soldada da PM denuncia coronel por assédio sexual
+ ‘Raça de víboras’: Andressa Urach critica seguidores que não acreditam em sua fé
+ “Fama e dinheiro vem cheio de desgraça”, desabafa Pedro Scooby



Através de um comunicado, a Rede Vitória de Comunicação disse que o vídeo gravado pelo homem e compartilhado pela parlamentar “descontextualiza o momento, deturpa o fato e cria uma narrativa mentirosa”. A empresa ainda explica que “tomará todas as medidas cabíveis, seja fortalecendo a transparência, seja via judicial contra a produção e o compartilhamento deste ataque virtual criminoso”.

Veja também

+ Canadá anuncia primeira morte de pessoa vacinada com AstraZeneca no país
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Decifrado código dos Manuscritos do Mar Morto
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS