ISTOÉ Gente

Repórter da Globo agradece fãs após sofrer homofobia: ‘Acreditamos no afeto’

Crédito: Reprodução/Instagram

O repórter da TV Globo Pedro Figueiredo agradeceu o apoio dos fãs após receber comentários homofóbicos do padre Paulo Antônio Müller em Cuiabá (MT) após receber uma declaração de amor do marido, Erick Rianelli, durante o Bom Dia Rio.

+Repórter da Globo sofre homofobia após se declarar para o marido

+Neto chora ao falar da morte do irmão: ‘Foi um guerreiro’

+Neymar está vivendo affair com a youtuber Karoline Lima

“Temos um profundo respeito por todas as religiões. Acreditamos no afeto e em seu poder de transformação. A Oração de São Francisco diz: ‘Onde houver ódio, que eu leve o amor’. É assim que vamos seguir em frente. Obrigado a todas as mensagens de carinho que temos recebido”, escreveu o jornalista.

O Ministério Público do Mato Grosso disse que vai investigar as declarações do padre, já que homofobia é considerada crime, com pena de até três anos e multa.

Veja também
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ ‘Transo 15 vezes na semana’, diz Eduardo Costa ao revelar tratamento por vício em sexo
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ 15 cores de armários de cozinha que nunca sairão de moda
+ Conheça Emily Ratajkowski a modelo inglesa com mais de 28 milhões de seguidores
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago