Mundo

Renzi rompe com governo Conte e abre crise política na Itália

ROMA, 13 JAN (ANSA) – O ex-premiê da Itália e senador Matteo Renzi anunciou nesta quarta-feira (13) seu rompimento com o governo do primeiro-ministro Giuseppe Conte e abriu uma crise política que pode até culminar em eleições antecipadas.   

O fim da aliança foi sacramentado com a renúncia das ministras Teresa Bellanova (Agricultura) e Elena Bonetti (Família), representantes do partido de centro Itália Viva (IV), fundado e liderado por Renzi.   

“É muito mais difícil deixar cargos do que se agarrar ao status quo. Nós vivemos uma grande crise política, estamos discutindo perigos legados à pandemia. Frente a essa crise, o senso de responsabilidade pede para resolver os problemas, e não escondê-los”, disse o ex-premiê durante uma coletiva de imprensa em Roma. (ANSA).   

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel