Esportes

Renê minimiza desfalques e diz que Flamengo ‘tem tudo para voltar a vencer’

Os desfalques do meia Everton e do atacante Felipe Vizeu não desanimaram o elenco do Flamengo para o duelo deste sábado, em casa, contra o Atlético Goianiense, às 19h, pela 21.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Muito pelo contrário.

Embora os dois atletas tenham sido poupados visando o duelo da próxima quarta-feira, contra o Botafogo, no duelo de volta da semifinal da Copa do Brasil, o lateral-esquerdo Renê afirmou que a partida deste sábado, contra o lanterna do Brasileirão, será uma boa oportunidade para encerrar a série de quatro partidas sem vitória na competição.

“Esse é um jogo no qual temos tudo para voltarmos a vencer. Precisamos pontuar, retomar um pouco mais a confiança após o jogo de quarta-feira. Vamos tentar fazer um bom segundo turno e no final das contas veremos o que vai acontecer”, comentou o lateral nesta sexta-feira, em entrevista coletiva.

Ainda assim, apesar de confiante na vitória, Renê elogiou o adversário deste sábado. “Assisti a dois jogos do Atlético-GO há algumas rodadas atrás e vi que o time deles vem dando trabalho. Às vezes o resultado não vem, mas eles sempre lutam, batalham, devem vir fechados. É um jogo para entrarmos determinados e focados para não acontecer o que aconteceu diante do Vitória.”

Sobre os desfalques, o lateral-esquerdo ponderou que o Flamengo tem um elenco capaz de superar problemas pontuais. “Pode esperar determinação independentemente de quem entrar em campo, se vier jogando ou não. A gente tem um grupo forte. Já mostramos isso no Campeonato Carioca, quando houve um revezamento de jogadores”, lembrou.

Renê comentou ainda sobre o novo treinador, o colombiano Reinaldo Rueda, e afirmou que o elenco tem compreendido sua proposta. “Estamos tentando entender o que o Rueda vem passando para a gente. Já dá para entender um pouco de sua filosofia de trabalho, como ele gosta que nos comportemos dentro de campo”, completou.