Esportes

Renault surpreende e Hülkenberg lidera testes da pré-temporada da F-1

A Renault esperou pelo quarto e último dia desta primeira bateria da pré-temporada da Fórmula 1 para mostrar força, nesta quinta-feira, no Circuito da Catalunha, nos arredores de Barcelona. O alemão Nico Hülkenberg precisou de apenas 24 voltas para registrar o melhor tempo de toda a semana, com 1min17s393.

Até então, o mais veloz desta primeira bateria de testes era o russo Daniil Kvyat, que levou sua Toro Rosso a completar uma volta em 1min17s704, na quarta. Como fez Kvyat, Hülkenberg usou pneus C5, o mais macio e mais rápido à disposição dos pilotos nesta pré-temporada.

O que surpreendeu na performance do alemão foi o seu pouco tempo na pista. Com apenas 24 voltas no traçado, ele foi o segundo piloto com menor tempo pilotando nesta quinta. Só ficou atrás do britânico George Russell, que completou apenas 17 giros no circuito com sua Williams e foi apenas o 13º e penúltimo colocado do dia (1min20s997).

A Renault também se destacou com o australiano Daniel Ricciardo. O ex-piloto da Red Bull foi o terceiro mais veloz do dia, com 1min17s785. Como aconteceu com Hülkenberg, o australiano ficou pouco tempo na pista, com 34 voltas.

Entre os dois pilotos da Renault estava o tailandês Alexander Albon, da Toro Rosso. Um dos estreantes da nova temporada, ele anotou 1min17s637, após 136 voltas.

Nesta quinta, a Mercedes mostrou maior força na pista em comparação aos últimos três dias. O finlandês Valtteri Bottas, que foi mais rápido que Lewis Hamilton a semana toda, cravou o quarto tempo do dia, com 1min17s857 (57 voltas). O inglês veio logo em seguida, no quinto posto, com 1min17s977 (58).

Dominante nos dois primeiros dias de atividades na pista, a Ferrari só conseguiu marcar o sexto tempo nesta quinta. O monegasco Charles Leclerc marcou 1min18s046, após 138 voltas – o alemão Sebastian Vettel não pilotou.

O Top 10 do dia contou ainda com o britânico Lando Norris (McLaren), o italiano Antonio Giovinazzi (Alfa Romeo), o francês Romain Grosjean (Haas) e o dinamarquês Kevin Magnussen (Haas), no décimo posto. Giovinazzi, outro estreante da nova temporada, foi o que mais deu voltas no circuito: 154.

Tentando recuperar o tempo perdido, após ficar fora dos dois primeiros dias de testes, a Williams exibiu desempenho discreto nesta quinta. Russell foi o penúltimo e o polonês Robert Kubica foi o 14º e último colocado, com 1min21s542. Kubica e Leclerc foram os responsáveis pelos maiores erros do dia na pista, com rodadas e paradas na caixa de brita.

Os pilotos da F-1 voltam para a pista na próxima semana. A segunda e última bateria de testes da pré-temporada será realizada novamente em Barcelona entre o dia 26 e 1º de março.