Cultura

Renato Aragão chora com visita e agradecimento de Dedé Santana


Renato Aragão publicou um vídeo no perfil dele no Instagram nesta terça-feira, 17, em que aparece com Dedé Santana. Com a participação da esposa, o eterno Didi Mocó de “Os Trapalhões” não consegue pronunciar uma palavra por causa da emoção. Ele apenas chora diante do discurso de Dedé.

“Não sei se você sabe, eu estudei até o terceiro ano do ginásio na época, estudei três meses em cada escola, de cidade em cidade. Praticamente analfabeto. Não analfabeto, mas eu não tinha o conhecimento que o Renato tinha”, relata Dedé.

Dedé disse que o companheiro o ensinou sobre respeito a família e a convivência entre as pessoas. Além disso, ele ressaltou que é grato por ter feito parte de “Os Trapalhões”.

“Se não fosse o Renato, eu não seria o Dedé Santana conhecido em todo o Brasil com Os Trapalhões, que começou com a dupla Dedé e Didi. Esse cara confiou em mim, teve coragem”, concluiu.

No Instagram, Dedé sempre faz questão de relembrar a amizade com Didi. “Tempos da TV Tupi. Tem amizades que são pra vida toda!”, escreveu.

Em setembro de 2018, Dedé Santana publicou uma imagem em que aparece com Didi e lamenta a distância do amigo. “Sem comentário! Parceiro eterno. Amo essa foto e foi uma das últimas que tiramos juntos”, declarou.

+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça

Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago