Brasil

Renan acusa Onyx de mostrar documento falso e diz que vai convocá-lo para depor

Crédito: Marcos Oliveira/Agência Senado

O relator da CPI da Covid no Senado, senador Renan Calheiros (MDB-AL), acusou nesta sexta-feira (9) o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Onyx Lorenzoni, de ter apresentado um documento falto em pronunciamento à imprensa no mês passado, ao tentar defender o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) contra as suspeitas de corrupção envolvendo a compra da vacina Covaxin.

O técnico do Ministério da Saúde William Santana, que analisou os documentos sobre a Covaxin, disse à comissão nessa sexta que não viu o documento exibido por Onyx à imprensa. Diante disso, Renan disse que pediria a convocação do ministro à comissão.


“Como consequência disso, eu peço a imediata convocação do ministro Onyx Lorenzoni para esta comissão para que ele venha depor sobre o crime de falsidade ao exibir, perante a nação, para confundir a investigação dessa comissão parlamentar, um documento que sequer existe, falso”, disse Renan.

Segundo o senador, o Ministério da Saúde até o momento não enviou todos os documentos sobre as tratativas para a compra de doses da Vocaxin.

“Sabe por que não mandou? Porque existem coisas escabrosas ainda maiores nessa grande negociata enquanto os brasileiros morriam”, disse o relator da CPI.