Geral

Remédio para tratar epilepsia em pacientes com microcefalia é incorporado no SUS


O medicamento antiepiléptico Levetiracetam foi incorporado ao Sistema Único de Saúde (SUS) para o tratamento de pacientes com microcefalia. A determinação foi publicada na edição desta segunda-feira, 4, no Diário Oficial da União (DOU).

Segundo a publicação, a medicação, conhecida pelo nome comercial Keppra, estará disponível no SUS em um prazo máximo de 180 dias. Pessoas com o diagnóstico de microcefalia podem sofrer com convulsões.

Na mesma edição no DOU, foi informado que haverá a incorporação do antiepiléptico para pacientes do SUS com diagnóstico de epilepsia mioclônica juvenil para pessoas resistentes à monoterapia. O prazo para incorporação também é de 180 dias.

Veja também
+ Joice Hasselmann aparece com fraturas e diz acreditar ter sido vítima de ‘atentado’
+ Pintor é expulso de rodízio por comer 15 pratos de massa; assista
+ ‘Transo 15 vezes na semana’, diz Eduardo Costa ao revelar tratamento por vício em sexo
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago