ISTOÉ Gente

“Relaxo e curto, mas não vivo como se não houvesse o amanhã”, diz Camila Queiroz

Crédito: Reprodução/Instagram

Em entrevista à Revista Quem, a atriz Camila Queiroz falou sobre como tem sido a sua rotina durante a pandemia do novo coronavírus, como faz para cuidar do corpo no dia a dia e sobre a carreira.

“Estou preocupada com as pessoas da terceira idade e os outros grupos de risco [sobre coronavírus]. O mais importante nesse momento é nos resguardarmos e mantermos os nossos cuidados básicos para prevenção do Covid-19. Acho que se todos tomarmos esses cuidados – aproveito aqui para citar álcool em gel, quarentena, usar lenços para tossir e espirrar, etc. –, mais rápido nos livraremos dessa pandemia e menos pessoas serão infectadas. E, sim, tivemos que adiar alguns trabalhos, mas sempre pensando no bem de todos e na nossa responsabilidade social”, afirmou Camila.

Questionada sobre as inúmeras viagens que tem feito nos últimos meses, Camila explicou como faz para manter a boa forma. “Relaxo e curto, mas não vivo como se não houvesse o amanhã. Sei que estamos viajando e que devemos aproveitar esses momentos, mas não me entrego aos exageros. E tento sempre manter a rotina de exercícios o máximo que posso, mesmo que reduzida ou readaptada. O importante é não parar, porque voltar é bem difícil.”

Por fim, Camila falou sobre os próximos passos da carreira. Tem um projeto ainda sigiloso na TV Globo, e outro, ao que tudo indica, ‘Verdades Secretas’.

Veja também

+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel