Economia

Relatório do Orçamento prevê R$ 89,9 bilhões para Auxílio Brasil em 2022


O relatório final do Orçamento de 2022, divulgado nesta segunda-feira, 20, pelo relator, Hugo Leal (PSD-RJ), prevê R$ 89,9 bilhões para o Auxílio Brasil, programa social que substituiu o Bolsa Família, no ano que vem. No documento, o deputado aceitou uma sugestão do Ministério da Economia e incluiu na peça orçamentária R$ 1,9 bilhão para o vale-gás em 2022. O relator também aumentou os recursos previstos para benefícios previdenciários, em R$ 27,5 bilhões.

Leal, contudo, rejeitou pedidos para aumentar a verba para compra de vacinas e manteve o montante em R$ 9,2 bilhões.

Essas solicitações vieram do Ministério da Economia, do relator setorial da saúde e de parlamentares ligados à área.

Vale-gás

Uma das apostas de Bolsonaro para alavancar sua popularidade e ganhar votos da população mais pobre na corrida eleitoral de 2022, o vale-gás bancará metade do preço do gás de cozinha a famílias de baixa renda por cinco anos.

A expectativa do governo é atender 5,5 milhões de famílias ainda em 2021 e ampliar o programa a partir do ano que vem, quando o presidente concorrerá à reeleição.

O benefício será concedido a cada dois meses e corresponde a uma parcela de no mínimo 50% da média do preço nacional de referência do botijão de 13 quilos do gás de cozinha.