Brasil

Rejeição a governo Bolsonaro cresce desde posse, diz Ibope

Rejeição a governo Bolsonaro cresce desde posse, diz Ibope

Jair Bolsonaro - AFP/Arquivos

Uma pesquisa divulgada nesta quarta-feira (20) pelo Ibope revelou uma acentuada queda da taxa de aprovação do governo do presidente Jair Bolsonaro desde o dia 1º de janeiro de 2019, data em que tomou posse. De acordo com os dados, a aprovação do mandatário caiu 15 pontos percentuais e atingiu 34%. Em janeiro, 49% das pessoas consideravam o governo ótimo ou bom. Já as pessoas que avaliam a gestão como ruim ou péssima mais que dobrou, alcançando 24% ante 11%. Outros 34% classificaram o mandato regular e 8% não souberam opinar.

No que diz respeito à maneira de governar, a pesquisa mostrou que dos entrevistados 51% aprovam, 38% desaprovam e 10% não souberam responder. No mês passado, 57% aprovavam e 31% desaprovavam. Sobre a confiança em relação ao chefe de Estado, os dados afirmam que o número de pessoas que confiam passou de 55% para 49%, enquanto que os que não confiam subiu de 38% para 44%.

Cerca de 6% não responderam. Segundo o Ibope, os números revelam que, em comparação a outros presidentes, Bolsonaro teve o pior índice de popularidade no início de um governo. Em seus primeiros mandatos, Fernando Henrique Cardoso foi aprovado por 41% dos entrevistados, Luiz Inácio Lula da Silva, por 51% e Dilma Rousseff, por 56%. A aprovação dele é maior, porém, do que a registrada no início do segundo mandato dos governos FHC e Dilma.

O levantamento foi realizado entre os dias 16 e 19 de março com um total de 2.002 pessoas. O nível de confiança da pesquisa é de 95%.