Geral

Reino Unido: suspender testes de vacina não é algo incomum, diz conselheiro

O conselheiro-chefe do governo britânico para assuntos científicos, Patrick Vallence, minimizou a suspensão dos testes da vacina experimental contra a covid-19 desenvolvida pela farmacêutica AstraZeneca em parceria com a Universidade de Oxford. “Não é algo incomum em uma fase três. Temos de ter certeza da segurança do imunizante”, declarou, em entrevista coletiva na tarde desta quarta-feira, 9.

Na Terça-feira, 8, a AstraZeneca informou a suspensão dos testes clínicos do imunizante por após relatos de um paciente que apresentou possíveis efeitos colaterais.

Vallence destacou que a maioria das vacinas experimentais em estudo ao redor do mundo tem apresentado respostas imunes importantes, mas que ainda há um longo caminho a percorrer. A mesma cautela se dá, segundo o conselheiro-chefe, em torno dos tratamentos da covid-19. “Já se sabe que a hidroxicloroquina, por exemplo, não funciona em pacientes hospitalizados”, declarou Vallence. “Já a dexametasona apresentou ajuda importante no tratamento”, completou.

Veja também

+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel