POLÍTICA

Reino Unido receberá mais crianças sírias sozinhas


O primeiro-ministro britânico, David Cameron, anunciou nesta quarta-feira que seu país receberá mais crianças sírias sozinhas em resposta à campanha de um membro da Câmara dos Lordes, que fugiu dos nazistas nos anos 1930.

“Vamos ver com as autoridades locais o que mais podermos fazer”, afirmou Cameron no Parlamento, sem precisar quantas crianças seriam.

Alf Dubs, um membro trabalhista, apresentou uma emenda à nova lei de migração preparada pelo governo, pedindo que se aceite as 3.000 crianças sírias que estão sozinhas em campos de refugiados da Europa.

O Reino Unido não faz parte do programa europeu para repartir os refugiados sírios que chegaram às costas meridionais da UE.

Mas o governo britânico enviou 3,3 bilhões de dólares e prometeu acolher em cinco anos cerca de 20.000 refugiados dos campos da região.

kah/dt/cb/al/mb/cn

Saiba mais
+ Mãe de Medina compara Yasmin Brunet a ‘atriz pornô’ e colunista divulga conversa
+ Chamada de atriz pornô, Yasmin Brunet irá processar mãe de Gabriel Medina
+ Mulher divide marido com mãe e irmã mais nova: ‘Quando não estou no clima’
+ Em pose sexy, Cleo Pires afirma: "Amando essa minha bunda grande"
+ Médicos encontram pedaço de cimento em coração de paciente durante cirurgia
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio