Comportamento

Rei da Tailândia retira título de nobreza de sua concubina

Rei da Tailândia retira título de nobreza de sua concubina

Rei da Tailândia, Maha Vajiralongkorn, no trono desde 2016 após a morte de seu pai, Bhumibol Adulyadej - AFP/Arquivos

O rei da Tailândia, Maha Vajiralongkorn, demitiu seis funcionários veteranos do palácio por seus “atos malignos” – anunciou o palácio real nesta quarta-feira (23), dias após o monarca retirar os títulos de sua concubina oficial por “deslealdade”.

No início desta semana, o monarca retirou os títulos de nobreza e militar de sua concubina Sineenat Wongvajirapakdi, de 34 anos, por “deslealdade” e por sua “ambição” de tomar o lugar da rainha.

Nesta quarta, seis oficiais de alto escalão do palácio foram demitidos, incluindo uma enfermeira e um veterinário palacianos, de acordo com dois anúncios diferentes divulgados pelo jornal “Royal Gazette”.

“Eles violaram seriamente a conduta disciplinar com seus atos perversos, abusando de suas condições oficiais em benefício próprio, ou de outras pessoas”, afirmou a publicação.

A monarquia tailandesa é protegida por leis rígidas contra a difamação, por isso, é quase impossível tornar públicos comentários sobre seus membros.

Conhecido sob o nome de Rama X da dinastia Chakri, Maha Vajiralongkorn assumiu o trono em 2016 e reforçou ainda mais sua autoridade.