ISTOÉ Gente

Regina Casé relembra acidente que quase deixou seu marido tetraplégico: “Aprendo com vc todo dia”

Crédito: Reprodução Instagram

Na última segunda-feira (21), foi celebrado o Dia da Luta da Pessoa com Deficiência e para celebrar a data de uma forma positiva, Regina Casé, usou a rede social para relembrar o acidente que quase deixou seu marido, Estevão Ciavatta, tetraplégico.

Casé postou dois cliques em que o amado aparece na fase do tratamento e fez um texto emocionante.

“Hoje é dia da luta da pessoa com deficiência. Mesmo com muitas batalhas vencidas é uma luta que nunca termina…
Na primeira foto @eciavatta qdo saiu do hospital na cadeira de rodas sem mexer nada do pescoço pra baixo. Tetraplégico. Na segunda foto,o momento emocionante qdo dei as mãos pro meu Yoyô e com ajuda de Flávio, Alexandre e Ana ele ficou de pé por alguns segundos! Hoje é dia de agradecer a eles e a todos os enfermeiros, médicos e fisios que nos acompanharam nesta luta! Aplaudir a força,determinação,resiliência e coragem do meu amor. Hoje Tetraparético(com limitação motora parcial dos membros superiores e inferiores) Estêvão não vai mais à pelada de toda semana mas já bate uma bolinha legal com Roque ,segundo ele,seu melhor fisioterapeuta! Toda a minha admiração a quem está nessa guerra! Seja de que lado for! Yô ,aprendo com você todo dia, Meu Mestre Jedi. Te amo”, escreveu Regina na legenda do post.

Confira a publicação de Regina Casé:

Veja também

+ MG: Pastor é preso por crime sexual e alega que caiu em tentação

+ A incrível história do judeu que trabalhou para os nazistas na Grécia

+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por desconto de até 50% na parcela

+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

+Vídeo mostra puma perseguindo um corredor em trilha nos EUA

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Santo Stefano: Esta vila italiana te paga R$ 52 mil para se mudar

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar