Esportes

Regata Globe40 confirma largada em junho de 2022 com Brasil na rota

Regata sairá de Tanger, em Marrocos, em junho de 2022 e rodará vários países do mundo

Regata Globe40 confirma largada em junho de 2022 com Brasil na rota

A organização da GLOBE40, volta ao mundo de Class40, confirmou a programação de 2022. A regata sairá de Tanger, em Marrocos, em junho de 2022 e rodará vários países do mundo. O Brasil está na rota dos barcos de 40 pés com a cidade de Recife (PE).

Apesar da crise de Covid-19 prolongada, vários aspectos positivos surgiram desta decisão de mudar de data. Incluindo um ano extra de preparação para projetos ainda em curso, tempo adicional para o potencial surgimento de novos projetos até 2022 e o retorno de alguns velejadores ao circuito.

A Transat Jacques Vabre é um dos eventos que estaria com conflitos de datas com a Globe40. A TJV anunciou saída do Brasil após quatro edições seguidas.

O novo prazo de inscrição para correr a Globe40 passa a ser de 1º de julho de 2021. A meta da organização liderada pelo francês Manfred Rampacher, é levar de 15 a 20 equipes para a volta ao mundo.


+ Após cobertura ser arrematada em leilão, Carlinhos Mendigo se recusa deixar propriedade
+ Mulher desaparecida é encontrada dentro de cobra píton
+ Furão é estrela de vídeo que recria cenas do filme Ratatouille



– Não há dúvida, então, que existe um sentimento crescente nas equipes e na organização de que esta se configura como uma experiência excepcional tanto em termos esportivos quanto humanos. O perfil das equipes está se tornando mais refinado agora com o evento confirmado.

– Cerca de 2/3 da frota potencial provavelmente consistirá de projetos internacionais e cerca de quinze ou mais nacionalidades, com uma mistura do que muitas vezes são amadores com vasta experiência offshore – explicou Manfred Rampacher.

Saiba quais são os barcos confirmados em www.globe40.com

A pedido de várias equipes e para facilitar a gestão das tripulações, mantendo o foco principal na segurança, houve um relaxamento das regras de mudança de tripulação (capítulo 3.4 do Aviso de Regata).

Desta forma, embora o objetivo continue a ser a oportunidade de trocar um único capitão em cada escala, agora é possível para uma nova dupla iniciar uma perna, desde que cada um deles já tenha navegado uma perna anterior ou ou receberam autorização da Race Management.

Veja também

+ Receita simples de bolo Red Velvet
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS