Geral

Reforma na pista do Santos Dumont começa dia 24 de agosto

As obras de manutenção na pista principal do Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, foram remarcadas para 24 de agosto a 21 de setembro, informou hoje (12) a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). A manutenção foi adiada por determinação da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), para que a empresa pudesse realizar adequações na pista auxiliar que permitissem absorver parte dos voos operados no aeroporto.

A data de início da obra tinha sido programada inicialmente para 12 de agosto, mas em 25 de junho a Infraero comunicou que a Anac pediu ajustes na pista auxiliar para o tráfego de aviões turbojato (3C), como o Embraer E-190, o Airbus A318 e o Boeing 737-700. Na prática, a retirada desses voos acarretaria a suspensão das principais operações comerciais do aeroporto.

A Infraero atendeu às determinações e informou que os ajustes na pista auxiliar já estavam previstos no escopo do trabalho. Durante os 29 dias da obra, as companhias aéreas poderão operar com aeronaves desse tipo, “minimizando o impacto para os mais de 770 mil passageiros que passam por mês pelo terminal carioca”, diz a estatal. 

As companhias que operam no Santos Dumont e a Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear) já foram comunicadas e terão 45 dias para planejar e readequar a malha de voos. Os passageiros com voos marcados para esse período devem buscar as informações sobre possíveis cancelamentos ou transferências para o Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim (Galeão) diretamente com as companhias aéreas.

O período de agosto a setembro foi escolhido também pelas condições meteorológicas, já que a baixa incidência de chuvas reduz a probabilidade de interrupções nas obras, que serão executadas 24 horas por dia e sete dias por semana. 

A última vez que a pista principal do Santos Dumont precisou ser fechada para manutenção foi em 2009, e, segundo a Infraero, o aeroporto operou normalmente no período por meio da pista auxiliar. Com a reforma marcada para começar no mês que vem, a pista do aeroporto será preparada para receber voos com as mesmas condições de segurança atuais pelos próximos 10 anos.