A RedeTV!  resolveu se manifestar e emitir um comunicado à imprensa dizendo que respeita à diversidade, com isso, indo contra as falas polêmicas e homofóbicas ditas por Sikêra Jr no programa ‘Alerta nacional’. O pronunciamento da emissora  também veio após o jornalístico perder alguns patrocinadores e receber cobranças, por parte de alguns telespectadores, para que encerrasse o contrato com Sikêra.

Veja a nota na íntegra:

“No caso do lamentável episódio envolvendo o apresentador Sikêra Jr. às vésperas do Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+, o mesmo desculpou-se publicamente durante o programa da última terça-feira, reconhecendo o equívoco de suas declarações perante a todos que se sentiram justificadamente ofendidos e a todos seus telespectadores, o que certamente servirá para o seu aprimoramento pessoal e profissional”.

“Mesmo assim, a RedeTV! ressalta que tal comportamento não representa, de forma alguma, o posicionamento e o respeito da emissora à diversidade e população LGBTQIA+”.

Na terça-feira (29), Sikêra Jr abriu o programa falando sobre as falas homofóbicas que o fez perder patrocinadores. O comunicador chamou os gays de “raça desgraçada”. Em seu discurso, Sikêra endossou o seu discurso preconceituoso e afirmou manter sua palavra, apesar de ter se excedido.

“Estou recebendo milhares de mensagens incomodadas com o comentário que fiz sobre um comercial que se utilizou de crianças para falar sobre homossexuais. Recebi muito apoio e ataque. E colegas que trabalham nesse canal também foram atacados. Tudo que falo nesse programa é de minha responsabilidade. Nunca fugi [de minha responsabilidade] e não vai ser agora. Mantenho a minha palavra. Quem trabalha comigo sabe do respeito que tenho por todos, independente da religião, cor da pele, sexo. Desafio qualquer um que me critica a encontrar tantos homossexuais trabalhando na frente e por trás das câmeras”, justificou ele.

Assine nossa newsletter:

Inscreva-se nas nossas newsletters e receba as principais notícias do dia em seu e-mail


Siga a IstoÉ no Google News e receba alertas sobre as principais notícias