Economia

Recuperação da Europa pode impulsionar libra a US$ 1,41 até fim de 2021

Notícias de que Reino Unido e União Europeia (UE) poderão anunciar um acordo comercial pós-Brexit ainda nesta quinta-feira podem não impulsionar os mercados financeiros muito mais do que já o fizeram, mas uma recuperação econômica decente da Europa no segundo semestre do ano que vem, após a crise do novo coronavírus, pode ajudar a impulsionar os ativos da região, segundo a Capital Economics.

Em nota a clientes, a consultoria britânica prevê que, no fim de 2021, a libra poderá chegar a US$ 1,40 e o índice acionário inglês FTSE-100, a cerca de 7.500 pontos.

Nesta manhã, na expectativa de um possível acordo entre britânicos e UE, a libra subia a US$ 1,3612 às 7h56 (de Brasília), de US$ 1,3492 no fim da tarde de ontem, e o FTSE-100 operava um pouco abaixo de 6.500 pontos


+ Rapper implanta diamante de R$ 128 milhões no rosto
+ PR: Jovem desaparecida é encontrada morta; namorado confessa crime
+ Galo bota ovos e surpreende moradores de Santa Catarina

Veja também

+ Cientistas descobrem nova camada no interior da Terra
+ Aprenda 5 molhos fáceis para aproveitar o macarrão estocado
+ Aprenda a preparar o delicioso espaguete a carbonara
+ Vídeo: o passo a passo de como fazer ovo de Páscoa
+ Cientistas desvendam mistério das crateras gigantes da Sibéria
+ Sexo: saiba qual é a melhor posição de acordo com o seu signo
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Editora estreia com o romance La Cucina, uma aventura gastronômia e erótica