Esportes

Recordista na Libertadores, Ângelo deu susto no Santos e teve medo de morrer em 2019

Garoto ficou internado sete dias depois de defender a Seleção Sub-15 no Rio de Janeiro. Suspeita era de Dengue ou Chicungunha, mas diagnóstico foi de doença mão-pé-boca

Recordista na Libertadores, Ângelo deu susto no Santos e teve medo de morrer em 2019

Jogador mais jovem a fazer um gol na história da Copa Libertadores, o atacante Ângelo viveu um drama em 2019, assustou a diretoria do Santos e chegou a pensar que iria morrer.

> Confira a classificação atualizada do Campeonato Paulista

Em outubro daquele ano, o jogador foi convocado para defender a Seleção Brasileira Sub-15 em amistosos no Rio de Janeiro. Na volta ao Santos, o atacante se reapresentou no CT com muitas dores de cabeça e foi internado na Santa Casa de Santos. Após diversos exames no local não diagnosticar o problema, o jogador foi transferido para o hospital Sírio Libânes, em São Paulo.

No início, os médicos suspeitaram de meningite, dengue ou chicungunha. Ângelo ficou sete dias internado e chegou a receber até a visita do então presidente, José Carlos Peres. Depois da alta e do diagnóstico de Coxsackie, popularmente conhecida como doença mão-pé-boca, o atacante ainda demorou mais duas semanas para voltar a jogar pelas categorias de base do Peixe.


+ Homem que vivia ‘casado’ com a própria filha é preso após polícia investigar agressão contra criança
+ Família de Schumacher coloca mansão à venda por R$ 400 milhões
+ Pão de Queijo: faça uma das receitas mais gostosas do Brasil



– Eu pensei que eu ia morrer. Sentia muita dor de cabeça e muita febre. Mas eu tive suporte da minha família, meus pais, meus avós, e me ajudaram a recuperar – afirmou o jogador, em uma entrevista à TV Bandeirantes.

O problema foi logo superado e, ainda em 2019, ele conquistou o título sul-americano sub-15 com a Seleção Brasileira. Em 2020, se tornou o segundo jogador mais jovem a estrear na equipe profissional do Santos, com apenas 15 anos, e assinou seu primeiro contrato profissional com o Peixe.

Nesta terça, Ângelo superou uma marca que já durava 59 anos e tornou-se o jogador mais jovem a marcar um gol na Copa Libertadores, com 16 anos, três meses e 16 dias. O feito foi destaque na imprensa em todo mundo.

Veja também

+ Receita de bolinho de costela com cachaça
+ Cientistas descobrem nova camada no interior da Terra
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS