Comportamento

Recém-instalada, estátua de Margaret Thatcher recebe lançamento de ovos

Recém-instalada, estátua de Margaret Thatcher recebe lançamento de ovos

Polêmica estátua de Margaret Thatcher foi rejeitada pelas autoridades londrinas - AFP

Uma estátua da ex-primeira-ministra conservadora britânica Margaret Thatcher foi protegida nesta segunda-feira (16), em sua cidade natal de Grantham, no leste da Inglaterra, depois de ser alvo de ovos.

Menos de duas horas depois de sua instalação no domingo (15), após anos de polêmica, a estátua da “Dama de Ferro” foi atacada por um homem visto com uma caixa de ovos. A polícia local disse ter recebido ontem um informe de danos, mas ninguém foi detido.


Hoje cedo, sua enorme base de granito estava coberta com uma lona, e a estátua, cercada por uma fileira dupla de cercas metálicas, também cobertas com lona, observou um fotógrafo da AFP.

Thatcher morreu em 2013, mas as drásticas políticas implementadas por ela entre 1979 e 1990, uma mistura de ultraliberalismo e austeridade, continuam a dividir a sociedade britânica.

Na estátua, a premiê é retratada com o traje tradicional dos membros da Câmara dos Lordes, à qual pertenceu desde 1992, e com a corrente da prestigiosa Ordem da Jarreteira.

Em fevereiro de 2019, a Câmara Municipal de Grantham votou pela instalação desta estátua de 3 metros de altura. Originalmente, ela seria instalada em frente ao Parlamento britânico, em Londres. Em 2018, porém, a autoridade local de Westminster rejeitou a ideia, afirmando que “o design não era apropriado”.

O projeto também levantou temores de que a obra se tornasse alvo de “vandalismo”. De acordo com as autoridades de Grantham, uma câmera de vigilância foi instalada em frente ao monumento para tentar dissuadir os ataques.