Brasil

Rebelião em presídio de Manaus deixa 15 detentos mortos

SÃO PAULO, 27 MAI (ANSA) – Uma rebelião neste domingo (26) no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), em Manaus, deixou 15 detentos mortos.   

De acordo com a Secretaria de Comunicação do Governo do Amazonas, as mortes aconteceram por conta de uma briga entre os presos, que começou por volta do 12h30 (horário de Brasília).   

O motim iniciou durante o horário de visita e alguns parentes dos detentos precisaram ser retirados rapidamente do local.   

Ainda de acordo com o secretário de Segurança Pública do Estado, alguns presos foram mortos na frente dos familiares.   

Até o momento, não há informações se algum detento conseguiu fugir. No entanto, nenhum agente penitenciário virou refém dos presos.   

Em janeiro de 2017, o Compaj foi palco de uma outra grande rebelião, que iniciou uma onda de assassinatos nos presídios do país. Na ocasião, 56 pessoas morreram no massacre.(ANSA)