Esportes

Rayssa Leal supera Pâmela Rosa na última manobra e vence STU Street em Criciúma


Rayssa Leal e Pâmela Rosa proporcionaram fortes emoções neste domingo, durante a decisão STU Street de Criciúma, primeira etapa do circuito nacional da categoria. Em uma disputa intensa, a adolescente maranhense ficou com o título após ultrapassar a pontuação de Pâmela na última tentativa de manobra da competição. Gabriela Mazetto ficou com o terceiro lugar.

“O STU tem uma vibe muito incrível. Estou super feliz de estar aqui com todo mundo reunido, estar aqui com meu pai. Obrigado mãe, obrigado pai, por me apoiarem sempre. Obrigado a todos, obrigado pela vibe e ‘é nóis’”, comentou Rayssa em entrevista ao programa Esporte Espetacular.

Oito skatistas participaram da final para a formação de um top 4 que define a chamada superfinal, disputada logo na sequência. Rafaela Murbach, Virgínia Fortes Água, Giovana Dias e Karen Feitosa foram eliminadas, enquanto Rayssa Leal, Gabi Mazetto, Pâmela Rosa e Marina Gabriela avançaram.

Debaixo de um sol forte em Criciúma, já perto do meio-dia, as super finalistas protagonizaram uma competição acirrada, definida apenas na última manobra. Pâmela Rosa roubou a liderança de Rayssa na bateria final, ao fazer uma volta avaliada em 4,82 e somar 14,08 no total, mas dependia de uma pontuação baixa da jovem de 14 anos para vencer.

Então, Rayssa foi para sua última tentativa, acertou a manobra no corrimão e recebeu a nota 4,32. Com isso, somou 15,24 e passou Pâmela para conquistar o título.Gabi Mazetto ficou em terceiro, com 9,38, e Marina Gabriela terminou em quarto, com 8,87.

FINAL MASCULINA – Na disputa masculina, o título ficou com Lucas Rabelo. Vice-campeão mundial na Super Crown de Jacksonville, medalhista de ouro nos Jogos Pan-Americanos Júnior de Cali e campeão do STU Open Rio no ano passado, o cearense iniciou 2022 com mais uma excelente apresentação, motivo de muita comemoração.

“Comecei o ano como eu gostaria, primeiro campeonato do ano e já ser campeão. É maravilhoso sentir o calor da galera”, disse o skatista em entrevista após a vitória. “Eu venho focado no meu skate, buscando evolução, para ter oportunidade de ganhar campeonatos e estar sempre preparado. Consegui achar manobras diferentes, achar obstáculos legais para conseguir fazer as manobras”, completou.

A conquista veio após uma disputa equilibrada na superfinal. Rabelo conseguiu uma nota 8,81, a mais alta do evento, e quase foi alcançado por Wilton Souza, que fez 8,21. No fim das contas, somou 23.33 na pontuação final e ficou em primeiro lugar, seguido por Wilton em segundo, Eduardo Neves em terceiro e João Lucas “Xuxu” em quarto. Julio Zanotti, Vinícius Costa, Douglas Molocope e Luiz Neto também disputaram a final e foram eliminados na formação do top 4.

Depois das definições dos vencedores do feminino e do masculino do street, o próximo final de semana está reservado para a disputa do STU Park. A modalidade conta com mais estrelas do skate, como Pedro Quintas, Isadora Pacheco, Dora Varela e Yndiara Asp.