Brasil

Randolfe: decisão mostra o quanto Senado errou em não suspender mandato de Aécio


O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) afirmou, nesta terça-feira, 17, que já esperava a decisão da Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) de tornar o senador Aécio Neves (PSDB-MG) réu por corrupção passiva e obstrução de justiça. “Eu esperava que fosse isso e seria ruim se fosse diferente, seria um sinal do Judiciário pela impunidade”, avaliou.

Para ele, a decisão mostra que foi acertada a representação, no ano passado, pela suspensão do mandato do parlamentar tucano. O pedido acabou rejeitado pelo Conselho de Ética do Senado. Randolfe também considerou que o resultado demonstra o quanto o plenário do Senado errou ao ter rejeitado, em 2017, as medidas cautelares contra o tucano impostas pelo Supremo.

Randolfe disse que as provas alegadas contra o senador são “muito fortes” e que espera que a Justiça seja célere. “O julgamento justo é aquele que é feito com celeridade, seja para absolver, seja para condenar. Julgamento não célere não serve nem para quem é inocente, nem para quem de fato é culpado.”

Veja também
+ Corpo de jovem desaparecido é encontrado em caçamba de lixo
+ Corpo de Gabby Petito é encontrado, diz site; legista afirma que foi homicídio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Vídeo: família é flagrada colocando cabelo na comida para não pagar a conta
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Instituto Gabriel Medina fecha portas em Maresias
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio