Esportes

Ramon promete que Vasco será ofensivo: ‘Gosto do bom futebol’

Ramon Menezes foi anunciado nesta semana como novo técnico do Vasco, para suceder Abel Braga, mas ainda vai demorar para ir a campo, afinal, as atividades no futebol estão todas paralisadas em função da crise do coronavírus. Mas já tem bem definido o estilo que deseja ver a equipe exibir.

O ex-jogador, que era auxiliar da comissão técnica do Vasco, explicou que pretende montar um Vasco ofensivo e que pratique um bom futebol, além de exibir organização tática. Mas também reconheceu que vai adaptar as suas ideias ao estilo e características do elenco que estiver à sua disposição.

“Característica de posse de bola, de jogo vertical e fazendo gols. É um DNA ofensivo. A minha ideia passa pelo setor ofensivo, pela organização ofensiva. Não se pode esquecer da defesa. Mas gosto do bom futebol e pelas funções na hora de jogar e na hora de marcar”, afirmou, em entrevista ao SporTV, Ramon, que teve três passagens como jogador pelo clube carioca.

Sem poder trabalhar dentro de campo, Ramon também tem conversado com membros do departamento de futebol do Vasco, sendo que a sua principal preocupação é com o condicionamento físico do elenco, especialmente por causa da pausa das competições em função do surto da covid-19.

Assim como acontece com a maior parte dos clubes do futebol brasileiro, o elenco do Vasco está em férias coletivas. A equipe iniciou 20 dias de descanso, em pausa forçada e que foi iniciada na última quarta-feira.

Veja também

+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel