Em Cartaz

A rainha e os rebeldes

Crédito: Divulgação

A primeira temporada da série britânica “The Crown” ganhou prêmios como o Globo de Ouro de Melhor Atriz para Claire Foy, por sua brilhante interpretação da rainha Elizabeth às voltas com a sucessão do primeiro ministro Winston Churchill e a rebeldia dos parentes. A segunda temporada, também em 10 episódios, retoma a história, percorrendo os anos de 1956 a 1964. Em “The Crown 2”, já disponível no Netflix, a monarca precisa administrar a sede de publicidade da irmã Margareth, apaixonada por um oficial, e as crises de individualismo do marido, o príncipe Philip (Matt Smith). O criador da série, Peter Morgan, retrata a infância de Philip e sua vontade de fazer a diferença, mesmo que tenha que discutir com a rainha.