Esportes

Raí é eleito melhor jogador da história do PSG; Ronaldinho e Neymar recebem votos

Raí foi eleito o melhor jogador da história do Paris Saint-Germain, que completou 50 anos de vida no dia 12 de agosto. Ronaldinho Gaúcho ficou em terceiro na votação, enquanto Neymar terminou em sexto. O bósnio Safet Sušic ficou em segundo lugar.

Atual diretor de futebol do São Paulo, Raí atuou pelo PSG entre 1993 e 1998. Foram seis títulos conquistados: Campeonato Francês, duas Copas da França, duas Copas da Liga Francesa, Supercopa da França e Recopa Europeia.

“Sinto um imenso orgulho. Estou muito honrado com essa gratidão que as pessoas manifestaram comigo. Não acredito necessariamente em destino, mas acredito em energias que atraem. Estava escrito que eu compartilharia essa história com o Paris”, disse Raí, em entrevista à revista do PSG em comemoração aos 50 anos.

A votação foi realizada para comemorar o aniversário do clube. Foram 2.500 votos, sendo 30% de ex-jogadores, técnicos e dirigentes, 30% de jornalistas e 40% de sócios dos clubes. Raí terminou em primeiro nos três grupos.

O técnico Carlo Ancelotti foi eleito o maior da história do PSG. Já o gol de Pauleta no clássico contra o Olympique de Marselha em 2004 foi eleito o mais bonito.


+ Advogada é morta e tem corpo carbonizado no Rio de Janeiro
+ Morre Liliane Amorim, influencer de Juazeiro do Norte, após complicações da realização de lipoaspiração

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ 7 tendências de design de interiores que vão bombar em 2021
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel