Istoé em Tóquio

Queniana Peres Jepchirchir conquista o ouro na maratona olímpica

Sob clima quente, campeã fecha a prova em 2h27m20s. Compatriota Brigid Kosgei ficou com a prata, com 2h27m36s, seguida pela americana Molly Seidel, com 2h27m46s

Queniana Peres Jepchirchir conquista o ouro na maratona olímpica

do Quênia. (Foto: Reprodução / SporTV)


Com o tempo de 2h27m20s, a queniana Peres Jepchirchir, de 27 anos, conquistou a medalha de ouro da maratona olímpica, nesta sexta-feira (manhã de sábado em Sapporo, a mil quilômetros de Tóquio). Recordista mundial, com 2h14m04s, a também queniana Brigid Kosgei ficou com a medalha de prata, com 2h27m36s. A americana Molly Seidel fechou o pódio, com 2h27m46s.

+ Canoagem: Isaquias Queiroz garante vaga na final do C1 1000m em Tóquio-2020

+ Bicampeãs olímpicas Martine Grael e Kahena Kunze retornam ao Brasil: ‘Sensação de dever cumprido’

+ Aos 38 anos, Sinclair finalmente conquista o ouro olímpico com o Canadá

A prova, que contou com a participação de 88 maratonistas, teve sua largada antecipada em uma hora (estava marcada para as 19h, no horário de Brasília, mas aconteceu às 18h) por causa da temperatura e umidade elevadas. A maratona de Tóquio-2020 foi a mais lenta desde Barcelona-1992, vencida pela russa ​​Valentina Yegorova, com 2h32m41s.

Dona de um único título em maratona, a de Valência, no ano passado, com 2h17m16s, e campeã mundial de meia maratona, com o recorde de 1h05m16s, em Gdynia, na Polônia, Jepchirchir sempre esteve no primeiro pelotão da maratona olímpica, formado por Lonah Salpeter (ISR), Peres Jepchichir (QUE), Roza Dereje (ETI), Molly Seidel (EUA), Brigid Kosgei (QUE), Melat Kejeta (ALE), Mao Ichiyama (JAP), Ruth Chepngetich (QUE), Helalia Johannes (NAM), Honami Maeda (JAP) e Eunice Chumba (BAH).

A campeã olímpica passou pelos 5km com 18m02s, na quarta posição. Nos 10km, seu tempo foi de 36m16s, em primeiro lugar. Completou os 15km em 53m48s, na 11ª posição. Nos 21km, voltou à liderança, com 1h15m14s. Os 25km foram completados com 1h28m51s, ainda na liderança. Os 30km, na primeira posição, foram fechados em 1h46m02s. Os 35km foram feitos em 2h02h58s, na segunda posição. Nos 40km, já sozinha na liderança, Jepchirchir marcou 2h19m59s, para, dois quilômetros e 195 metros depois, cruzar a linha de chegada do Parque Odori, em Sapporo, em 2h27m20s.

O clima em Sapporo fez com que a atual campeã do mundo, a queniana Ruth Chepngetich, abandonasse a prova no km 32. Já a israelense Lonah Chemtai Salpeter, campeã da maratona de Tóquio em 2020 e uma das favoritas ao pódio, desistiu no km 38.

Amanhã, às 19h, no horário de Brasília, acontece a maratona masculina. (Iúri Totti)

Saiba mais
+ Homem acusado de matar a mãe e a tia é retirado de audiência por miar
+ Receita fácil de cupcakes para comemorar o Halloween
+ As 20 Picapes mais vendidas em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Sprinter vira motorhome completo; conheça o modelo
+ Médicos encontram pedaço de cimento em coração de paciente durante cirurgia
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio